Eis senão quando… a equipa do TFTF quase está completa e reúne-se no Rubro.

Equipa no Rubro

Equipa no Rubro

Reconhecem alguém na foto?

Ele é conversa, ele é música… tudo para acertar os mais ínfimos pormenores, da decoração, à música, passando, claro, pela Cozinha. Aproveitem e dêem uma olhadela ao vídeo. 🙂

A questão era: que música para o nosso restaurante em Lisboa? Vejam no que deu: http://www.youtube.com/watch?v=PaACuXc12zU

Entretanto, temos uma novidade oficial: o estilista das nossas fardas está escolhido! É o Nuno Tiago que nos fez uma proposta fantástica. Em breve, vamos poder mostrar-vos o seu trabalho.

A vez da Aline, no TFTF

Maio 13, 2009

Depois do Nuno e da Ghislaine, chegou a vez de conhecerem a Aline, nossa consultora de recursos humanos. Tem sido uma preciosa ajuda na procura e na escolha de toda a equipa do novo espaço.

A "nossa" Aline

A "nossa" Aline

Por isso, nada melhor do que perguntar-lhe o que para ela, é, de facto, esta Flamme que nos une a todos.

O que será o projecto daqui a uns meses?

Responde a Aline, “vejo-o claramente como um projecto singular. Diferente, inovador, com ritmo e energia. Acredito que vá marcar a “pausa” no espaço de restauração lisboeta.
Daqui a 6 meses (e é para isso agora que ando à caça de pessoas originais!) espero que tenhamos uma equipa diferente, polivalente e que reflicta o conceito que estamos a criar! Que o TFTF seja um spot de passagem quase obrigatória, na qual se encontre um serviço de excelência aliado a um clima descontraído e moderno.”

Tentador, não é? 🙂

Pois é, a nossa entrevista aos sócios da Tout Feu tout Flamme não ficou por aqui 🙂

Sabiam que a TFTF vai ter uma composição musical própria?

Nas palavras do Nuno, “Lancei um desafio ao nosso Gerente de noite, que para além de ser uma pessoa fantástica é também um artista dos “sete ofícios”, que compusesse uma música para a nossa “Brand” (já não falta muito para divulgar…)…O mesmo aceitou o desafio, e assim vamos ter a nossa canção!!!!”

Já para a Ghis, “Nomear uma música é difícil e já pertenceria a outros lugares. A Música seria instrumental… com um misto de sonoridades à imagem do misto de culturas que o espaço vai transpirar, sentidos alsacianos em harmonia com lusitanos… palavras, letra, surgiria “au fil du temps” “conforme ele próprio for escrevendo a sua história através das marcas que as pessoas irão lá deixar… este espaço é para as pessoas, elas é que o vão definir.”

Já agora, coisas mais “terra a terra” para saberem como corre o projecto: a TFTF foi ao Brasil, nomeadamente São Paulo e Florianopólis, para começar a estabelecer algumas parcerias e arranjar contactos no mundo cultural. Temos já 2 bandas brasileiras que ficaram entusiasmadas com o nosso projecto e que gostariam de actuar no nosso futuro espaço!

Mais curiosos ainda? Então, força, façam as vossas perguntas, que nós, garantidamente, respondemos! Ficamos à espera!