O Storik já funciona a “full power”…todos os dias da semana das 12h até às 24h e às  Sextas e Sábados até às 3 da manhã…A qualquer momento do dia uma Flamme!!

 

Flamme Tradicional

Os amigos das Flammes..

Os amigos das Flammes e não só…a oferta do Storik foi alargada. Os pratos gourmet estão deliciosos!!

Hummm...

Na estação Outono/Inverno o Storik apresenta:

Entradas – Fígado Ganso e Chocolate ;Creme Brulee de Cabra

Sopas – Cappuccino de Abóbora ; Creme de Cenoura Abaunilhada

Pratos – Peixe-Galo Salteado e sua Nage de Amêijoa ; Carré de Borrego da Alsácia com Crosta de Chouriço

 Sobremesa – Mousse Black and White ; Creme Brulee com Baunilha

É de deixar água na boca..

Flammkueche em Tábua

Flammekueche em Tábua

Pois é, isto de tábuas tem muito que se lhe diga…

No caso das Flammekueche, elas são imprescindíveis.

Que faríamos nós sem a tábua com que levamos as Flammes ainda só Kueches ao forno? E como poderíamos apresentá-las à mesa de outra forma?

Tipicamente a Flammekueche ou Tarte Flambée é apresentada em tábua de madeira, simples, rasa…

Claro que nós tivemos de inovar um pouco e criámos uma Tábua única, do nosso restaurante. Ainda em fase de produção, o Terrence Hill, nosso designer industrial, descreve-a como “elegante, linda de morrer e completa”

Mais tentador, só a flamme que está por cima dela…

A vez da Aline, no TFTF

Maio 13, 2009

Depois do Nuno e da Ghislaine, chegou a vez de conhecerem a Aline, nossa consultora de recursos humanos. Tem sido uma preciosa ajuda na procura e na escolha de toda a equipa do novo espaço.

A "nossa" Aline

A "nossa" Aline

Por isso, nada melhor do que perguntar-lhe o que para ela, é, de facto, esta Flamme que nos une a todos.

O que será o projecto daqui a uns meses?

Responde a Aline, “vejo-o claramente como um projecto singular. Diferente, inovador, com ritmo e energia. Acredito que vá marcar a “pausa” no espaço de restauração lisboeta.
Daqui a 6 meses (e é para isso agora que ando à caça de pessoas originais!) espero que tenhamos uma equipa diferente, polivalente e que reflicta o conceito que estamos a criar! Que o TFTF seja um spot de passagem quase obrigatória, na qual se encontre um serviço de excelência aliado a um clima descontraído e moderno.”

Tentador, não é? 🙂

Pois é, amigos, por aqui muito se faz… Os preparativos para a abertura do espaço estão em grande e em força… Não imaginam o desafio que é abrir um restaurante em Lisboa! Mas é apaixonante e todos estamos a abraçar as nossas tarefas. Todos?… Muito brevemente vamos mostrar-vos quem são…

Entretanto, já estamos a preparar a “obra” literal e metaforicamente: desde o caderno de encargos às entrevistas de emprego (anyone interested?).

TFT criaçãoA comunicação também tem sido uma preocupação: do design da nossa marca às fardas, passando por este Blog, claro. Sempre reunindo com toda a equipa: na terça-feira passada fizemos um Brainstorming com o Staff, no restaurante Rubro, no Campo Pequeno. Enquanto o nosso não abre, aproveitem e vão lá provar as tapas fantásticas, o vinho e claro, o ambiente 🙂

São mil e um preparativos…
Mas como a vida também tem as suas surpresas, temos um desafio para todos. O nosso espaço vai ter uma componente cultural, um espaço de ligação entre a cozinha, o vinho, a música e toda a Cultura. Por isso, estamos à procura de talentos. Em parceria com a Ice Eventos, estamos à procura de novos e conhecidos grupos musicais, dj´s, escritores, artistas plásticos… Se conheces alguém ou és um dos que se enquadram neste perfil, ficamos à espera 🙂

É tudo uma questão de palavras…
O significado é o mesmo: o de um projecto que vai aparecer, em breve, em Lisboa. E sim, alguns chamam-lhe restaurante. Nós, por agora, preferimos dar-lhe o nome de espaço para ter uma experiência dos cinco sentidos – porque a cozinha alsaciana é mesmo assim.

TFTF é um projecto novo – uma nova empresa que constituímos – Tout Feu tout Flamme. Porque é mesmo assim… Em francês, être tout feu tout flamme significa ser entusiasta. E é com esse entusiasmo que vamos viver um novo espaço em Lisboa.

Cartaz do Filme Tout Feu tout Flamme

Para os que não conhecem (ou para aqueles que querem rever), aproveitem e dêem uma espreitadela ao filme francês Tout Feu Tout Flamme com Yves Montand e Isabelle Adjani.

Mas, então, por quê a inversão das palavras no Blog Tout Flamme tout Feu?

Simplesmente, porque nos apeteceu e porque, qualquer dia, vai existir mais do que um Blog. E, então, irão conhecer o site… do… isso do nome, fica para depois 🙂

Depois de uma Festa fantástica, vamos continuar com novidades! Em breve, aqui, uma receita da nossa especialidade…

A famosa FlammeKueche

A famosa FlammeKueche

Todos conhecemos a fama (inquestionável) da cozinha francesa. Foie gras e Sauternes, ostras e Champagne, tartes, queijos, compotas… e muito bom vinho a acompanhar. Na Alsácia, o cenário não é diferente… come-se, e muito bem. Sabores da terra, maioritariamente, que vão da carne de porco à Choucroute, do foie gras ao Pain d’épices. A cozinha alsaciana baseia-se nas tradições alemãs, trazidas pela proximidade fronteiriça.

Ao almoço ou ao jantar, degusta-se a “jóia da Coroa”: a flammekueche ou “tarte Flambée”. Uma tarte que é mais do que isso…

Os ingredientes principais são simples: cebola, cogumelos frescos e bacon. Mas a Flammekueche é muito mais. Guarda nela muitos séculos de segredos e uma imensa dedicação que fazem desta Flamme algo com um sabor extraordinariamente familiar e envolvente.

Um sabor muito especial, em breve, em Lisboa

P.S- Ao Olhares da Vera: Obrigado pelas boas-vindas!

Sabe qual é maior cidade da Alsácia, região de França? Estrasburgo.

Nós gostamos, e Lisboa também

Nós gostamos, e Lisboa também

Mas porquê tudo isto?…
Há algo de interessante no seu verde, nas suas casas, no seu aroma a lareira caseira…

Conhece a Alsácia?

Nós conhecemos e vamos trazê-la a Lisboa…

Gostamos dela, e (ainda) não sabemos bem porquê…

Um dia, de repente, Lisboa vai ficar diferente… Não sabemos quando mas sentimo-lo. Não há nada de especialmente francês… e no entanto há uma estranha flama familiar, um aroma aconchegante e uma expectativa gustativa que nos percorre. Novidades, aqui, em breve.